logo do site

barraco

A situação foi constatada durante visita ao aterro sanitário onde é destinado o lixo domiciliar recolhido em Maringá. A comissão especial presidida pelo vereador Humberto Henrique (PT), criada para propor soluções para a coleta de resíduos, encontrou um barraco (foto) coberto com lona servindo de abrigo para três servidores do município que trabalham no local.

Humberto informa que o caso será denunciado pela comissão ao Ministério Público do Trabalho. “Não existe banheiro nem água encanada no local. Os servidores relataram que é antiga essa condição desumana como estão sendo tratados pela prefeitura”, disse.

A próxima reunião da Comissão Especial de Estudos sobre a Coleta de Resíduos está marcada para o dia 9 de setembro.

Gelinton Batista/ Assessoria de Imprensa




Facebook Youtube Flickr Twitter SoundCloud





ONLINE

Temos 16 visitantes e Nenhum membro online