logo do site

O vereador Humberto Henrique foi definido candidato a prefeito de Maringá na convenção do PT realizada, ontem (5), que homologou a coligação com o PC do B para ter a professora universitária Ana Lúcia Rodrigues como candidata a vice-prefeita na chapa.

Na mesma convenção, que ocorreu no auditório do Colégio Estadual Doutor Gastão Vidigal, foi homologada a coligação com o PROS (Partido Republicano da Ordem Social) e com o PTN (Partido Trabalhista Nacional) tanto na eleição majoritária (prefeito e vice) quanto na proporcional (vereadores).

A coligação, com chapa de 23 candidatos a vereador, vai se chamar Pra Mudar de Verdade. O próximo passo, agora, é o registro das candidaturas, na justiça eleitoral, até o dia 15 de agosto.

Humberto Henrique disse que a presença de Ana Lúcia vai qualificar o debate. Segundo ele, os vereadores serão os verdadeiros cabos eleitorais dos candidatos a prefeito e vice, ajudando a produzir o debate sobre qual cidade queremos.

Emocionado, lembrou o apoio da família, presente à convenção, e, ciente da responsabilidade, afirmou que não sente medo do desafio, pois existem outros três partidos coligados, somando forças, além dos militantes.

Para Humberto, é preciso resolver com urgência problemas em Maringá como a coleta do lixo, a falta de segurança e de mobilidade urbana (especialmente em relação ao transporte coletivo), além do atendimento à saúde. O candidato prometeu, se eleito, fazer uma gestão democrática e participativa.

Ana Lúcia lembrou de sua trajetória na luta pela participação popular, com apoio e parceria de companheiros do PT e do PC do B. Ressaltou, ainda, seu engajamento em algumas causas como a tentativa de impedir a derrubada do prédio da antiga rodoviária e a licitação para a renovação do contrato com a atual empresa concessionária do transporte coletivo. Conforme Ana Lúcia, o compromisso da coligação é com uma cidade humana e acolhedora.

Presidente estadual do PT, o deputado federal Ênio Verri lembrou que Maringá, apesar dos recursos recebidos nos últimos anos do governo federal, não buscou incluir as pessoas. Segundo ele, a coligação Pra Mudar de Verdade fará uma administração que busque uma cidade justa e solidária. Segundo Ênio, além dos quatro partidos, a coligação conta com o apoio dos movimentos sociais.

O presidente municipal do PT, vereador Mário Verri, salientou que a coligação pode mostrar que existe jeito para governar a cidade para as pessoas.

Para o presidente municipal do PC do B, Mário Alberton, o momento era de comemorar e festejar a coligação homologada. Na opinião dele, a parceria consolidada entre o candidato a prefeito e a candidata a vice era sinal de que os dois partidos fizeram a política correta.

O presidente municipal do PTN, Julio Fatori, disse que é preciso mudar e que esta mudança continua com a coligação homologada pela convenção.

O presidente municipal do PROS, José Ernesto Tavares, desejou sucesso a Humberto Henrique e Ana Lúcia e a todos os que disputarão uma cadeira de vereador.

A convenção reuniu, ainda, diversos líderes petistas em nível regional e estadual, como o prefeito de Paiçandu, Tarcísio Marques; a professora Vilma Garcia (da direção da APP Sindicato) integrante da executiva do PT de Maringá, além de representantes da senadora Gleisi Hoffmann e do deputado estadual Tadeu Veneri.

Assessoria



Facebook Youtube Flickr Twitter SoundCloud





ONLINE

Temos 66 visitantes e Nenhum membro online