logo do site

Notícias

Por unanimidade, os vereadores aprovaram, em primeira discussão, o Orçamento do Município para 2015 e as emendas apresentadas ao projeto pela Comissão de Finanças e Orçamento (CFO). No total, foram realocados 13,5 milhões que vão  ampliar a destinação de recursos para 12 ações, como o vale-alimentação dos servidores municipais e revitalização de praças.

A Comissão de Finanças e Orçamento (CFO) da Câmara Municipal de Maringá apresentou, durante audiência pública realizada na tarde desta segunda-feira (1º), as emendas dos vereadores ao Orçamento 2015. As modificações estão sendo propostas depois do Legislativo ouvir a população em 12 reuniões realizadas nos bairros. A votação do Orçamento começa amanhã, a partir das 19h.

Vereadores estudam medidas para obrigar o prefeito de Maringá a apresentar detalhes do projeto que prevê a privatização da coleta de lixo na cidade. Uma das ideias, apresentada pelo vereador Humberto Henrique (PT), é revogar a lei municipal que autorizou a contratação de empresas privadas para fazer este serviço. Outra sugestão prevê a suspensão dos efeitos dessa legislação até que a proposta seja esclarecida para a população. Igreja Católica, Observatório Social e Fórum do Lixo também pedem a paralisação do processo e mais informações.

Projeto de lei que concede nova regulamentação ao Conselho Municipal da Mulher dá ao prefeito poder para definir por decreto a composição dos membros da sociedade civil. A medida é considerada um retrocesso. A pedido do vereador Humberto Henrique (PT), a votação foi adiada por três sessões para diálogo e correção da redação enviada pelo prefeito.

A Câmara de Maringá entregou os certificados aos vencedores e também aos participantes do concurso fotográfico “As Árvores do Passeio Público” na sessão desta quinta-feira (2). O primeiro lugar ficou com Amanda Juliana da Silva, o segundo, Gracielle da Silva Flores e o terceiro, André Koutalou Iki.

Quero agradecer cada um e cada uma que depositaram seu voto no 13.333. Agradeço aos apoiadores e apoiadoras que não mediram esforços para fazer nossa campanha nas ruas, trabalhando de dia e indo entregar material a noite e nos finais de semana. Também agradeço aqueles e aquelas que não se limitaram em votar, mas pediram votos para mais pessoas.

A Prefeitura de Maringá transformou em palestra o que deveria ser a audiência pública sobre a proposta de privatização da coleta e tratamento do lixo. O vereador Humberto Henrique (PT) usou a palavra para denunciar que não foram disponibilizados os documentos do evento como exige a legislação municipal. Se for confirmada, a privatização vai custar mais de R$ 1,1 bilhão de reais.

Protetores dos animais se reuniram na noite de ontem (1º) para manifestar apoio à candidatura de Humberto Henrique para deputado estadual. “Nós conhecemos o trabalho que Humberto tem feito como vereador na defesa dos animais em Maringá e, por isso, acreditamos que eleger ele como deputado será importante para todos que também defendem esta causa,” destacaram.


Facebook Youtube Flickr Twitter SoundCloud





ONLINE

Temos 23 visitantes e Nenhum membro online